quinta-feira, 4 de abril de 2013

Opinião - O Fim da Era da Razão de Liliana Morais



O Fim da Era da Razão é um conto de Liliana Morais que pretende reviver os ambientes de 1984 de George Orwell e Fahrenheit 451 de Ray Bradbury, mas o resultado, bem...

A historia é sobre um mundo em que os livros vão sendo banidos pelos Governos com cada vez mais violência. O personagem principal é um jovem de 18 anos chamado Manuel que se vê na posse da biblioteca do seu avó depois deste ter sido preso por não ter registado e não ter revelado os seus livros. Manuel acaba por se juntar a uma resistência, etc e etc.

O problema não foi a autora ter pegado numa temática já tão "batida". Não foi a primeira e nem será com certeza a ultima vez. Muitos são os autores que dão o seu contributo sobre este ou outros temas, mas o que difere é que alguns conseguem dar-nos uma nova perspectiva, o que não é o caso, bem longe disso.

O problemas não foi ela não ter trazido algo de novo sobre este tipo de distopias, isso até podia ter sido "ignorado" desde que a historia estive bem escrita. Podia estar aqui a dizer que "a autora Liliana Novais não acrescente nada de novo ao sub- género  mas a sua escrita cativa" ou algo deste tipo, mas isso não aconteceu, muito pelo contrario. 

O que aconteceu foi uma historia que além de não trazer nada de novo a este sub género, estava escrita num "tom" (quase) de quem está a escrever pela primeira vez algo, o que não é a realidade (como se pode ver pelo seu perfil no Smashwords), e mesmo que fosse. O que a autora faz é basicamente debitar informação sobre o que se vai passando de um modo quase infantil e uni-dimensional.  Uni-dimensional é também a sua personagem principal. O conto é (quase) uma colecção de clichés "colados" uns aos outros de um modo atabalhoado, desde o rapto do avó até à queima dos livros no final. Mais uma vez o problema não foi o facto de ela utilizar clichés, mas o modo como o fez. A historia nada avança, nada revela sobre as personagens, nada diz a não ser aquele debitar de informação já visto noutros livros. 

Mesmo a revisora Sara Farinha deixou passar, pelo menos um erro ortográfico na pagina 7:

"... como uma vela que se estingue..."

E parece-me que também alguma pontuação mal colocada. Deixarei que cada um julgue a gravidade do(s) erro(s).

Gostava de dizer algo de positivo sobre este conto, mas a verdade é que não é possível. Não conheço os outros trabalhos desta autora, mas este não devia ter saído da gaveta, pelo menos como está.

Deixo o meu conselho à Liliana se for o teu desejo  continuar na escrita, e parece ser, que sejas a tua primeira critica, que revejas os manuscritos com calma, e claro que antes dos publicar os deixe na gaveta uns bons tempos e que os voltes ler depois já com outros olhos. Existem outros conselhos, mas acho que estes são os básicos.

Espero em breve voltar a ler algo teu.

Este conto pode ser encontrado no site do Smashwords neste link: O Fim da Era da Razão de Liliana Morais

2 comentários:

  1. Ois Marco,

    Olha gostei do que li, acho que fizeste uma critica construtiva e assim é que é.

    Acredito que a Liliana só tem a ganhar ao ler este comentário ;)

    abraço

    ResponderEliminar
  2. Foi essa a minha intenção, fazer uma critica construtiva, e também espero que aprenda e progrida.

    ResponderEliminar