segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

O Ano começa num Terrarium

Em termos literários dois mil e dezassete foi um ano igual a dois mil e dezasseis, ou seja, muita mas mesmo muita (e boa) Banda Desenhada. Mais de cento e vinte BD's lidas, o que dá mais de dez BD's por mês, o que também serve para mostrar o excelente momento que a Banda Desenhada vive em Portugal. Por alguma razão li muito poucos livros, mas pelo menos foram (quase) exclusivamente de autores portugueses e desses autores portugueses destacam-se Joel G. Gomes (e heterónimos), Pedro Cipriano, Bruno Martins Soares, Carlos Silva e Nuno Ferreira.

Como é apanágio desta altura do ano todos gostamos de fazer promessas. No meu caso será a de que irei ler (muitos) mais livros e claro publicar mais texto no blog. 

No que à leitura de livros e BD's diz respeito não me faltam boas razões e como podem ver pelas fotos abaixo as pilhas já estão bem compostas.






E pronto é esta a minha lista de desejos e livros para mim e para o blog. Agora resta começar a ler e não me deixar distrair o que não será tarefa fácil.