quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Opinião – Antologia Fénix de Ficção Científica e Fantasia – Vol. III



Quase no Carnaval e eu a ler contos sobre o Natal (peço desculpa, mas não resisti à rima fácil).

Como se trata de uma Antologia com muitas participações, mas com contos muito pequenos também as minhas opiniões sobre cada conto serão (quase) telegráficas. Mas antes de passar aos contos propriamente ditos vou começar pela introdução da autoria de Álvaro de Sousa Holstein e Marcelina Gama Leandro, que também assinam a coordenação e a organização dos contos presentes nesta antologia.

Introdução – Gostei bastante, pequena e concisa, mas que me deu que pensar.

Biscoitos de Natal de Alexandra Rolo – Esta antologia é sobre o Natal, a anterior foi sobre o dia das bruxas, vulgo Halloween, e este conto parece querer fazer a ponte entre as duas antologias e mais não digo…

Um Conto de Natal de Álvaro de Sousa Holstein – No geral gostei, mas o fim deixou muito a desejar, quer pela estranheza que me provocou, quer pelo fim abruto que teve.

Uma questão de Nervos de Ana Luiz – Não me despertou a curiosidade e o final também não me soube bem.

Um Último Presente de Anton Stark – Um conto onde o Pai Natal é o presenteado, com uns “belos ornamentos” pela Mãe Natal e que o faz passar-se dos “carretos”. Gostei quer da escrita, quer da maneira como o autor colocou estas duas personagens icónicas numa situação tão mundana.

Frio, cada vez mais Frio de Carina Portugal – Uma história tão bonita quanto triste e bem “sintonizada” com o espírito natalício, no bem sentido entenda-se. Gostei bastante.

Tomar a nuvem por Juno de Carlos Alberto Espergueiro – Mais um conto imbuído do espírito natalício, mas desta vez no mau sentido, com o consumismo a abrir as fronteiras a uma invasão extraterrestre…

Natal no abrigo de Carlos Silva – Lá diz o ditado que o Natal é quando o Homem quer, mas neste conto pós-apocalíptico este chavão ganha todo um novo significado. Gostei bastante do realismo da situação.

O Presépio de Carol Louve – Uma nova história do nascimento de Jesus, mas nos nossos dias e com uma reviravolta que lhe dará um novo significado, e claro um Presépio possuído... 

A Revolução Plonórtica de Daniel Libonati Gomes – E se os duendes entrassem em guerra por mais direitos? É o que se descobre neste conto com muito humor e sangue.

Disfraces de Francesc Barrio – Mesmo estando escrito em castelhano deu para perceber bem a história e devo dizer que o li agradou-me bastante, cru, mas verdade.

Noite de Sonho de Gabriel Martins – Faltou algo a este conto para lhe dar sentido.

O Anjo de Inês Montenegro – O nascimento de Jesus, mas com uma pequena reviravolta que não acontece na história original. Ainda assim um conto algo “apagado”.

O Primeiro Natal ao vivo e a cores de João Roganciano – Um refugiado de outra dimensão a viver na década de 1930 é (quase) contratado para matar José e Maria e por inferência Jesus. Gostei bastante da escrita e do final, muito bom.

Diálogo no Polo Norte de Joel Lima – Um conto engraçado e com um final ainda mais interessante.

Pinheirinho de Luís Corujo – Uma Maldição nem sempre corre com se quer e este conto é prova disso mesmo.

Filhós e Azevinho de Manuel Mendonça – Todos temos as nossas tradições e parece que existe uma Aldeia no norte que tem uma muito peculiar. Um conto muito engraçado, quase tive pena do “Bixo”.

Missão de Colonização de Marcelina Leandro – E a vida na terra tivesse um começo muito diferente daquele que conhecemos? É o que vamos conhecer neste conto. Não me despertou muito a curiosidade.

Noite de Surpresas de Nuno Almeida – Um conto (mesmo) muito parecido com o primeiro desta antologia, embora com um final diametralmente oposto, mas gostei mais deste.

Os Três Fantasmas de Ricardo Dias – O que aconteceu depois da visita dos três Fantasmas a Ebenezer Scrooge no famoso livro de Charles Dickens? É o que vamos descobrir neste conto, onde os protagonistas são os três fantasmas e onde ficamos a saber quem realmente são eles. Gostei do conto, em especial a ligação que foi feita entre as identidades dos fantasmas.

Julgamento de Natal de Ruis Bastos – Gostei bastante não só pelo “mistério”, mas também de todo o tom da narrativa. O final foi fantástico e deixou-me com um sorriso nos lábios.

Conto de Natal de Rui Ramos – O recontar do nascimento de Jesus com novas perspectivas e revelações.

Santa Claus Sideral y la Gota de Oro Navideña de Samir Karimo – Mais um conto em Castelhano, mas desta vez não percebi (quase) nada.

O Último Natal de Vitor Frazão – O último conto da antologia pinta um futuro em tons escuros para a Humanidade e para o planeta Terra, mas mesmo assim não deixei de sentir uma nota de esperança e não sei porquê.


Em jeito de conclusão devo dizer que goste desta antologia, tal como tinha gostado das anteriores. Nem todos os contos estão no mesmo patamar de qualidade, quer narrativa quer em imaginação, mas tal já seria de esperar, mas apesar de disso a maioria é de boa qualidade e temos ali uma boa "mão-cheia" de excelente qualidade. Um antologia que recomendo vivamente a todos. Uma ultima palavra para a excelente capa do Rui Ramos com aquele Pai Natal radical.


Este conto pode ser encontrado no site Smashwords no link: Antologia Fénix de Ficção Científica e Fantasia – Vol. III