quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

A Criança Roubada de Keith Donohue


Todos os dias são publicados dezenas ou mesmo centenas de novos livros e como será evidente a Ficção Cientifica e o Fantástico não são excepção. As Editoras, incapazes de dar atenção a todos os livros que editam optam por concentrar o seu finito capital humano e financeiro em apenas alguns através de campanhas de marketing. Se algumas vezes, mesmo com estas ajudas, muitos livros não alcançam sequer os objectivos mínimos que hipótese terão os que são lançados sem rede? O que acontece na maioria dos casos é esses títulos perderem-se nas prateleiras e na memoria. A Criança Roubada é, infelizmente, um desses casos.
Os predicados que fazem deste um livro acima da media são uma magnifica narrativa e uma historia brilhantemente esculpida.
A historia de fundo é de um mundo onde existem trasgos que roubam crianças e tomam o seu lugar e aparência e vivem as suas vidas. As crianças roubadas, essas tornam-se trasgos e entram no ciclo esperando a sua vez de tomar a vida de uma outra criança renovando e fechando ao mesmo tempo o circulo.
As personagens principais são Henry Day e Henry Day, o que foi raptado e o que raptou. Assim, a duas vozes, acompanhamos as suas vidas. O que raptou torna-se Henry Day, mas não totalmente, a sua vida antes dos trasgos vai regressando lentamente para o assombrar à medida que vai crescendo e tornando-se adolescente e depois adulto pela primeira vez em cem anos com tudo o que isso implica. Ao mesmo tempo vamos conhecer a vida daquele que foi um dia Henry Day, mas agora dá pelo nome de Aniday e de como é a vida de um trasgo.
Neste livro não vamos assistir a uma épica batalha entre o Bem e o Mal, não, vamos assistir ao quão penoso é crescer quer ser queira quer não se queira. É um livro que para ser devidamente apreciado tem que se lhe dedicar a devida reflexão. Não um livro para "bebés sem dentes", precisa de ser bem "mastigado e degustado" para se lhe tomar o "sabor" e isso dá trabalho, mas com isso vem a devida recompensa.
Pena, mais uma vez, que poucos lhe tenham prestado a devida atenção, pois vale bem a pena, quer por estas razões quer por outras que não enumerei. E no momento em que escrevo estas palavras este livro ainda figura na lista de 40% de desconto, aproveitem.

Mais informações na página da Saída de Emergência sobre autor aqui e sobre o livro aqui, podem ainda consultar a sua pagina no Forum Bang aqui.

Numa nota final que é bem elucidativa do que (pode) acontecer quando um autor não tem sucesso, a Saída de Emergência ainda chegou a anunciar um segundo livro do autor, Angels of Destruction, para 2011, mas tal nunca chegou a acontecer, o que a julgar pela qualidade deste livro é uma pena.

Título - A Criança Roubada
Autor - Keith Donohue
Editora - Saída de Emergência
Colecção - Bang