sábado, 15 de novembro de 2014

Opinião - Revista Trasgo 4




Editorial - Quem já leu a minha opinião sobre as outras revistas Trasgo já sabe a minha opinião sobre os editoriais sendo que este não é excepção. 


Contos:


Rendição do Serviço de Guarda de Gerson Lodi-Ribeiro - Depois de ter lido e adorado o conto "O Voo do Ranforrinco" na revista Somniom 108 foi com expectativas algo elevadas que parti para este conto, mas a verdade é que sai algo desiludido desta leitura. Uma boa parte do conto é basicamente o autor a enquadrar o leitor neste universo. E apesar de ser um universo que me interessou nem o final consegui salvar esta leitura.  


Vivo. Morto. X. de Érica Bombardi - Um conto bastante interessante, quer pela escrita e história, mas também por uma certa moral (se é que se pode dizer tal coisa) que não se vê muito na escrita nos dias que correm.


Isaac de Ademir Pascal - Mais um universo pós-apocalíptico, mas um de que gostei bastante. Gostei da inversão de papeis entra homem e máquina. O Homem passa de Deus criador a venerador e mais não posso dizer sem estragar a história.


Estive assombrando seus sonhos de Mary C. Muller - Um garoto chamado Filipe consegue ver e falar com mortos, tem um amigo vampiro e isto é apenas o começo de um conto bastante engraçado e leve para a temática que aborda. 


Arca dos Sonhos de Fred Oliveira - Uma nave multi-geracional que é uma lenda, pela sua missão o que leva a que muitos tentem destruí-la. O que o autor nos mostra é um desses momentos em que a nave é atacada. Com uma escrita fluída e (quase) poética descreve-nos como é que a nave e a sua tripulação reagem e é belo.  


No Labirinto de Jessica Borges - Um conto interessante sobre o destino e a nossa capacidade de o mudar, mas também sobre a nossa resistência ao apelo de algo que parece bem melhor. Gostei, embora o final tenha sido demasiado previsível, mas que outra coisa podia esperar de um conto de fadas? Com outro final deixaria certamente de o ser e perderia alguma da sua magia. 


Como é habitual depois dos contos somos presenteados com a galeria e autor da capa que desta vez é da autoria de Edmar Nunes de Almeida, que nos presentei com uns desenhos bastante bonitos (sim não sou lá muito bom a criticar arte, ou gosto ou não) e claro as entrevistas a todos os participantes desta edição.

Esta edição estreia um novo modelo em que incorpora publicidade, mas não foi intrusiva e portanto convivi bem com ela.

De ressalvar que esta é a ultima edição gratuita da revista Trasgo, a partir do próximo numero já será a pagar, embora para bloguer's ainda existe a possibilidade de poderem "ganhar" os próximos quatro números se e passo a citar: "publicarem 4 posts contado das 4 primeiras edições em seus blogues", tendo até ao final do presente mês de Novembro para tal, para saberem mais é ir aqui.


Podem descarregar a Revista Trasgo pela ultima vez gratuitamente em formato mobiepub ou ir à loja Kobo.