quarta-feira, 10 de abril de 2013

Opinião - Coração Atómico de Manuel Alves



Coração Atómico é uma história de Ficção Científica inserida no sub-género de Steampunk. Nela vamos conhecer dois robôs chamados Momo (o Macho por assim dizer) e Nini (a Fêmea), que apesar de ainda não estarem fisicamente completos, o seu intelecto é equivalente ao de uma pessoa. O leitor "entra" na narrativa quando o seu Criador está quase a termina-los, mas são apanhados no meio de uma  Revolução, pois podem ser o "peso" a fazer pender a balança a favor de um dos lados.

Este conto de História Alternativa é como uma "fotografia" de um momento e é esse (possivelmente) o seu maior "problema". Tal como numa foto em que apenas nos é mostrado um instante, também aqui não nos é explicado o como e o porquê, sabemos apenas o que a "fotografia" nos mostra. Tudo o que levou àquele instante em que o "fotografo tirou a foto" é-nos vedado. Ora isto pode desiludir alguns leitores que estão à espera de saber mais.

Gostei que o autor tenha aflorado (algumas) interessantes questões Filosóficas que envolvem Momo e Nini, mas mais uma vez existem apenas perguntas e (quase) nada de respostas, mas tendo em consideração que estamos a falar de Filosofia até se poderá considerar normal.

Apreciei o conto tal como ele foi escrito, mas claro que todas estas questões e falta de respostas me deixaram curioso e compreendo que para leitores mais curiosos isto pode ser razão suficiente para considerar que as suas expectativas não foram correspondidas. À laia de desculpa em favor do autor será conveniente mencionar que este conto (também) foi editado no Almanaque Steampunk 2012 da Clockwork Portugal e que tal com no conto Z (ver aqui a opinião) a falta de espaço poderá ter sido decisiva para o mesmo ter este "aspecto".



Este conto pode ser encontrado no site Smashwords em Português neste link: Coração Atómico de Manuel Alves ou em Inglês neste: Atomic Heart by Manuel Alves